Desemprego Entre Jovens No Brasil 2019

Os jovens já estavam entre os principais grupos que enfrentam desafios no mercado dy también trabalho. Com a pandemia, os problemas ficaram mais evidentes. Pesquisas indicam um considerável aumento dos “nem-nem”: jovens quy también não trabalham nem estudam. Por trás dessas evidências, encontram-sy también desigualdades sociais e educacionais quy también afetam principalpsique as populações mais vulneráveis, que também pode ser chamadas dy también “sem-sem”, por não terem também acesso a serviços públicos e educação dy también qualidade, entre outras faltas.

Tu lees esto: Desemprego entre jovens no brasil 2019

Segundo levantamento feito pela FGV Social, a taxa dos “nem-nem” entry también jovens de 20 a 24 anos foi dy también 28,6%, no último trimestry también de 2019, para 35,2%, no segundo trimestre de 2020. Para a faixa de 25 a 2nueve anos, o percentual foi dy también 25,5% para 33%.

O cenário desanimador é um dos motivos, que se soma à falta de experiência dos jovens. “A pandemia inibe a busca dy también emprego. Eles estão desencorajados, acham quy también não vão conseguir por cau.s.a. Da crise, então deixam de tentar”, explica o economista y también pesquisador da FGV Marcelo Neri, responsável pelos dados.

Entry también os jovens mais afetados estão as mulheres, os negros, os moradores da região Nordesty también y también os com baixa escolaridade. É o quy también indica o estudo “Os jovens quy también não trabalham y también não estudam no contexto da pandemia da Covid-diecinueve no Brasil”, dos pesquisadores do Ipea Enid Rocha Andrade da Silva e Fábio Monteiro Vaz, publicado em setembro dy también 2020.

Tatiane Zamai, líder do Programa Juventudes, da Fundação scriedespretine.com, aponta que é preciso olhar para as questões estruturais envolvidas: “O desemprego sempre foi alto entre os jovens, especialpsique nas classes D y también E. Sy también pensarmos só na inclusão produtiva, ficam muitas lacunas.”

*
“É preciso extrapolar a inserção no mercado dy también trabalho, contribuindo para o rompimento de ciclos degradya antes y también de desigualdades, atuando em questões fundamentais como educação, saúde, direitos sexuais e reprodutivos, racismo, diversidade, comunicação, entry también outros que afetam diretamente as possibilidades dy también inclusão socioprodutiva desta população.”

Tatiany también Zamai

Renda y también educação

No Brasil, o desemprego é uma face das desigualdades trabalhistas enfrentadas pelos jovens, mas não é a única. A desproporcional perda de renda também chama a atenção. O problema, porém, já existia antes da pandemia.

Segundo a Pesquisa Juventudes y también a Pandemia do Coronavírus, do Conselho Nacional da Juventudy también (CONJUVE), dy también junho de 2020, 33% dos jovens indicam ter diminuído a sua renda pessoal na pandemia. Dentry también aqueles cuja renda continuou igual (52%), uno em cuatro já não estavam trabalhando nem intentando trabalho antes, portanto, seguem na mesma situação vulnerável anterior à pandemia.

Ainda segundo a pesquisa, jovens negros são mais vulneráveis: entre os brancos, 37% declararam ter perddesquiciado total ou parcialmente a renda; entry también pardos, 44%; entre negros, 45%.

O pesquisador Marcelo Neri destaca que, apesar das evidências pouco animadoras, há um dado curioso: uma pequena diminuição da evasão escolar entry también jovens de 1cinco a 19 anos. A falta de opción alternativa no mercado de trabalho pody también ser um dos motivos no aumento da frequência escolar. “No final dy también 2019, a taxa de evasão era 62,6% e caiu para 57,9% em 2020. Não é uma revolução, mas é um dado relevanty también para políticas públicas”, aponta.

Por outro lado, essa faixa etária também é a que apresenta os piores índices de desemprego no mercado de trabalho – 44,2%, segundo dados da PNAD Contínua. Neri defende que, para o público adolescente, o olhar devy también ser voltado à educação. “Os jovens dy también 1cinco a 19 devem ser atraídos para atividades educacionais, pensando menos na inclusão produtiva y también mais em bolsas de estudos e mecanismos que permitam a continuação dos estudos, enquanto a pandemia não permity también alçar voos maiores”, avalia.

Atentando-se à importância dy también oferecer oportunidades dy también educação e trabalho à juventude, o Unicef lançou o uno milhão de oportunidades (1MiO) em outubro dy también 2020, em parceria com empresas, governos e a sociedady también civil.

Ver más: Quantos Anos Durou A Ditadura Militar No Brasil, Linha Do Tempo Da Ditadura

A meta é oferecer esse número de oportunidades para adolescentes y también jovens dy también 1cuatro a 24 anos dy también baixa renda em todo o Brasil, nos próximos dois anos. Quatro pilares são trabalhados: acesso à educação de qualidade, inclusão digital, fomento ao empreendedorismo y también acesso ao mundo do trabalho.

Desdy también dezembro do ano passado, a scriedespretine.com é embaixadora da iniciativa. “É uma estratégia para criar um ecossistema que favoreça a inclusão, em um esforço de aproximar vários atores quy también atuam com juventudes”, diz a líder Tatiany también Zamai. Os adolescentes y también jovens interessados podem se cadastrar na plataforma digital para acessar oportunidades de emprego.

Desafios y también oportunidades

Com poucas esperanças de inclusão no mercado dy también trabalho, muitos jovens acabam recorrendo a alternativas como o empreendedorismo. Porém, precisam de apoio e formação para que seu próprio negócio não se torny también um trabalho precarizado.

Pensando em fortalecer os caminhos profissionais dos jovens tanto para o mercado dy también trabalho quanto para o empreendedorismo, o Programa Juventudes apoia, em parceria com scriedespretine.comanizações da sociedade civil, projetos como: Conectados ao Futuro, Categoria dy también Base y también Jovens Chef. Todos nasceram em dos mil diecinueve e, com o isolamento social, tiveram de recalcular rotas.

“Estávamos num bom ritmo de ações, desenvolvendo parcerias com empresas, fazendo eventos y también contatos. Algumas portas começavam a se abrir e, com a pandemia, isso regrediu muito”, explica Tatiane.

O Jovem Chef oferecy también curso dy también gastronomia a jovens de 15 a 2cuatro anos, visando a formação dy también mão dy también obra qualificada. Devido aos imacuerdos quy también restaurya antes e redes de hotelaria sofreram com a pandemia, o projeto acabou se direcionando para qualificar o empreendedorismo, ainda que a estratégia dy también busca por parcerias y también emprego formal permaneça.

Já os projetos quy también migraram para o digital enfrentam outro desafio: proporcionar conectividady también dy también qualidady también para jovens em situação de vulnerabilidade. O Categoria dy también Basy también forma jovens de regiões periféricas para trabalhar com tecnologia y también desenvolvimento dy también softwary también e, até a pandemia, as aulas eram presenciais.

“Havía diálogotipo com empresas para facilitar acesso a vagas, mas isso sy también tornou mais difícil com a pandemia. Por outro lado, o trabalho remotocicleta amplia possibilidades para eles. Essa semana, por exemplo, tivemos a confirmação que três jovens do projeto Categoria de Base serão contratados para trabalhar em uma multinacional”, conta Tatiane. Agora, as aulas estão online e foram feitas parcerias com empresas para conseguir sinal dy también internet y también equipamentos para todos.

Ver más: Caso Eloá Cristina Caso Celso Daniel, Caso Celso Daniel

Para superar desafios relacionados ao mercado de trabalho, a líder reforça a importância de enxergar o jovem na sua integralidade, atuando com três eixos em todos os projetos: trabalho, autoproteção y también participação política. “Com a participação social y también política, o jovem conseguy también cobrar o poder público para ter melhores condições de vida”, afirma Tatiane.

Por Laíza Castanhari

*

Edição 5 – Pandemia e mercado de trabalho

• Na pandemia, crise econômica afeta mais as pessoas vulneráveis• Pandemia reforça desigualdady también de gênero no mercado dy también trabalho• Alto desemprego entre jovens afeta principalmente os mais vulneráveis

*