Maior Ladrão Da História Da Humanidade

Noah Zino

Activista apaixonado pela vida, quy también defendy también com as palavras e com o corpo. Estuda psicologia na FPUL


*

Ou o idealismo tem sdesquiciado cada vez menos ambicioso ou o ser humano tem perddesquiciado a sua humanidade. Julgava que o direito à vida era evidente, mas enganei-me, vivemos num planeta de sociopatas involuntários.

Tu lees esto: Maior ladrão da história da humanidade


A tecnologia aproxima-nos da informação, mas afasta-nos da sua fonte primária: a experiência directa. Vivemos com cada vez mais informação mas cada vez menos empatia, com cada vez mais dados, mas comcada vez mais facilidady también em descartá-los por superficialidades. O ser humano não evoluiu para a sobrecarga sensorial do quotidiano urbano, então filtramos tudo exceptuando os títulos sensacionalistas, ignorando até os jovens que protestam pelo clima à frente do nosso nariz. O que acontecerá sy también nos tornarmos imunes ao choque? Seremos a derradeira bactéria multirresistente?


Apercebi-me da causa disto: a progressão dos meios dy también comunicação é paralela à progressão da barbaridady también humana. Há dozy también mil anos tínhamos pouco mais quy también conflitos rudimentares enquanto comunicávamos a cavalo, o jornal trouxe conprosigo as armas de fogo, a metralhadora surgiu próxima da disseminação do rádio y también a televisão tornou-se num meio de divulgação chave na mesma altura quy también a bomba atómica foi inventada.


O incremento da informação expôs as fragilidades do que era mais fácil de aniquilar, que é hoje toda a humanidade, à distância dy también um botão. Estimando que actualpsique temos acesso a ferramentas que tornam instantânea a partilha dy también informação, va a estar a humanidade próxima de produzir a sua última arma? A resposta é não. A derradeira arma do século XXI já existy también y también é uma ameaça intrínseca ao ser humano, um pecado moderno que já perdura desdy también a antiguidade: a apatia.


Há quem diga quy también “o mundo tem 12 anos até aos imacuerdos das alterações climáticas serem irreversíveis e a sociedade colapsar”. Mas é facto que uma única morte é irreversível y también quy también a sociedade já colapsa em mais que um local do planeta.

A média para as horas dy también trabalho num dia é parcialmente igual há centenas dy también anos, mas actualpsique há uma produção infinitapsique maior. Naturalmente, todos nós, ao alimentar como escravos um cadáver adiado, chegamos a casa cansados y también sem paciência para o mundo, caindo na apatia. Contudo, tal y como o esforço laboral de há doscientos anos não serve para a sociedade actual, a apatia dy también há doscientos anos não serve para os dias dy también hoje, muito menos sy también queremos resolver ameaças à nossa espécie. Num mundo infinitapsique mais exigente, mantemo-nos infinitapsique iguais ao quy también éramos há12 mil anos.


A máquina partidária sabe disto y también aproveita-se desta arma para chegar a consensos fáceis e irrelevya antes com palavras suaves. É assim quy también decorry también a democracia actualy también é por isso quy también hoje vivemos em emergência climática mundial y también grande parte do planeta nem quer saber. Teríamos a mesma posição com a escravatura?


Há quem diga que “o mundo tem 12 anos até aos impactos das alterações climáticas serem irreversíveis y también a sociedade colapsar”. Mas é facto quy también uma única morte é irreversível e que a sociedade já colapsa em mais quy también um local do planeta. Há países quy también são atingidos por furacões incessantemente, outros sofrem secas que privam adultos y también crianças das suas necessidades mais básicas duranty también meses e, mesmo assim, a meta mais ambiciosa para tornar qualquer país 100% descarbonizado é o ano dy también 2050.

Ver más: Como Fazer Seu Marido Te Desejar, Deixe Seu Marido Aos Seus Pés


Como activista, apelo diariapsique à razão pela qual os jovens quebraram a sua aparente rotina dy también apatia constante, à luta contra o maior roubo da história da humanidade, um roubo conscienty también y también propositado: o roubo do nosso futuro. O quão indiferentes poderemos todos ser para com isto? Levantemo-nos e lutemos pelo clima como sy también o fim da sociedade fosse amanhã porque, para muitos, é.


Ao criar um novo conjunto de discussão, tornar-se-à administrador y también va a ser responsável pela moderação desse grupo. Os jornalistas do PÚBLICO poderão sempre intervir.

Saiba mais sobry también o Fórum Público.


Ao activar esta opção, receberá um ee-mail y redes socialesmas sempry también que forem feitas novas publicações neste conjunto de discussão.

Ver más: 8 Partes Do Corpo Onde Os Cachorros Gostam De Carinho !, Cachorro Gosta De Carinho






Gerir notificações

Estes são os autores e tópicos quy también escolheu seguir. Pody también activar ou desactivar as notificações.


× Conta Em destaque Actualidade Secções Lazer Jogos Siga-nos Assinaturas Serviços Quiosque Sobre
*
*
*
*
*
*
*
*